Como você lida com o seu?

RELACIONAMENTO AMOROSO

Deixar que ele reviva nos corpos, nas mentes e nos corações das pessoas.

O PODER DO FEMININO

A gente merece viver as possibilidades, nos entregar para os sentimentos do coração.

LIBERDADE

    Crônicas Vida

    O ACORDAR

    Hoje eu acordei com os pássaros cantando, me dizendo algo. Eles me acordaram de um sono profundo – aqueles que você dorme sem saber, aqueles que você se deixa ficar um pouquinho mais.

    Mas os pássaros me acordaram.

    O carinho momentâneo era um conforto de fantasias que pareciam reais e a intimidade tornava o superficial, sincero. Foi difícil acordar do aconchego das palavras, do hálito fresco de quem passava, e sempre passava.

    A passagem era o ponto, ou a ponta do nó. Se doar sempre foi meu ponto. Fraco ou forte, ainda não descobri, mas o que eu sei é que ele pode ser forte, se eu quiser.

    Doar é um ato que só quem ama conhece. Porque amar exige esforço. Exige viver, morrer e viver de novo. Exige maturidade para se abrir ao mais belo e também ao não belo. E viver isso amando mesmo assim. Ou amando ainda mais.

    Amar exige responsabilidade – quem tem a coragem de ser? Trazer para si a habilidade de responder pelas consequências da vida. Do amor que você dá e recebe. Da energia que você despende para conhecer a si e o outro. A autorresponsabilidade – é apenas sua.

    Acordar significa se posicionar, saber o que se quer, saber dizer não. Olhar não somente para as coisas que estão a sua frente, mas ter consciência que talvez aquelas coisas não são exatamente as quais você estava buscando. Procurar além, procurar mais. Desbravar, degustar. Ir mais fundo.

    Amar é meu outro ponto. E eu nunca entendi quem não se interessa por entrar no mundo desconhecido de alguém. Quem não tem a curiosidade de descobrir o que as histórias daquele universo tem para contar. Eu me sinto rica as conhecendo. Tem tanta coisa a se descobrir, que só quem ama e tem coragem vive. Aí vem outro ponto. A coragem.

    Acordar me fez lembrar que ela existe. De posicionar os meus sonhos (para mim e para os outros), de me abrir para entrar nesse universo de amar verdadeiramente alguém. De dizer não para o que me aparecia e que, em essência, não era o que eu procurava. De dizer sim para aqueles que realmente se importavam. De abraçar aqueles que são fortes o suficiente para ver os dois lados e se manterem firmes. Dispostos. É saber tudo e ainda sim ser atraído.

    O sono profundo me possibilitou acordar para a coragem. O sono me possibilitou recriar e renovar a alma ferida. O sono é necessário, mas chega a hora de acordar.

    Suponho que ficou a pergunta do que os pássaros me disseram. Eles disseram:

    “Você precisa deixar morrer o que precisa morrer para viver o que precisa viver.”

  • Crônicas Vida

    LIBERDADE

    A gente se perde nessa palavra. Tão simples, mas que, por vezes, é de difícil definição. Quantas vezes você deixou…